Município adota dia 18 de julho como dia de mobilização contra as hepatites virais

Causada pelo vírus B (HBV), a hepatite do tipo B é uma doença infecciosa também chamada de soro-homóloga. Como o HBV está presente no sangue, no esperma e no leite materno, a hepatite B é considerada uma doença sexualmente transmissível. Entre as causas de transmissão estão:

  • Por relações sexuais sem camisinha com uma pessoa infectada;
  • Da mãe infectada para o filho durante a gestação, o parto ou a amamentação;
  • Ao compartilhar material para uso de drogas (seringas, agulhas, cachimbos), de higiene pessoal (lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, alicates de unha ou outros objetos que furam ou cortam) ou de confecção de tatuagem e colocação de piercings;
  • Por transfusão de sangue contaminado.

O diagnóstico da hepatite B é feito por meio de exame de sangue específico. Após o resultado positivo, o médico indicará o tratamento adequado. Além dos medicamentos (quando necessários), indica-se corte no consumo de bebidas alcoólicas pelo período mínimo de seis meses e remédios para aliviar sintomas como vômito e febre.

É importante lembrar que existe vacina contra a Hepatite B, que está disponível na rede pública para pessoas de 0 a 49 anos. Para estar protegida a pessoa deve ter três doses da vacina.

 A Organização Mundial de Saúde (OMS) instituiu a data de 28 de julho como o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais. Desde então, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina através da Gerência de Vigilância das DST/Aids e Hepatites Virais em parceria com a Gerência de Vigilância das doenças imunopreveníveis e imunização propõe uma nova mobilização no ano de 2015, com o objetivo de dar continuidade à essa ação de imunizar e informar o maior número de pessoas em nosso estado.

Para o alcance dessa meta, São João do Oeste irá adotar o dia 18 de julho como sábado de mobilização para incentivar a vacinação contra as Hepatites Virais. Aproveitando a oportunidade, todas as pessoas de 0 a 49 anos que não tem a vacina ou tiverem vacinas em atraso poderão ir até a sala de vacinas, que estará aberta das 08h00min às 17h00min sem fechar ao meio dia. Todos deverão trazer a carteirinha de saúde, cartão SUS e carteirinha de vacinação.