Equipe de professores reformula PPP e proposta pedagógica da Educação Infantil

Toda modalidade de ensino tem objetivos que deseja alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar. O conjunto dessas aspirações, bem como os meios para concretizá-las, é o que dá forma e vida ao chamado projeto político-pedagógico – o PPP.

  • É projeto porque reúne propostas de ação concreta a executar durante determinado período de tempo;
  • É político por considerar a escola como um espaço de formação de cidadãos conscientes, responsáveis e críticos, que atuarão individual e coletivamente na sociedade, modificando os rumos que ela vai seguir;
  • É pedagógico porque define e organiza as atividades e os projetos educativos necessários ao processo de ensino e aprendizagem.

Ao juntar as três dimensões, o PPP ganha a força de um guia – aquele que indica a direção a seguir não apenas para gestores e professores, mas também funcionários, alunos e famílias. Ele precisa ser completo o suficiente para não deixar dúvidas sobre essa rota e flexível o bastante para se adaptar às necessidades de aprendizagem dos alunos.

Por ter tantas informações relevantes, o PPP se configura numa ferramenta de planejamento e avaliação que todos os membros da equipe gestora e pedagógica devem consultar a cada tomada de decisão.

Baseada nesta definição e com a preocupação de estar adequando as diretrizes e conteúdos da educação infantil à realidade atual, a Secretaria Municipal de Educação irá ofertar, no ano de 2014, uma formação aos professores da educação infantil e das disciplinas de artes, educação física, musicalização, inglês e alemão para readequar e reformular o Projeto Político Pedagógico da Educação Infantil do município.

O objetivo é adequar o documento norteador da educação infantil às novas diretrizes curriculares nacionais e à LDB, explica a Secretária de Educação Silvane Baumgarten. Segundo ela, em 2012, com a implantação da Creche, este trabalho foi realizado com os profissionais que atuavam na época e foi direcionado ao trabalho em Creche. Portanto, a continuidade se torna relevante, para que se construa um projeto único e que abranja todas as modalidades de ensino ofertadas pelo município.

A formação para o corrente ano será de 40 horas e exigirá muito estudo e pesquisa por parte dos profissionais que atuam na educação infantil (maternal, jardim e pré-escola).

Em 2015, a intenção é estender esse trabalho para os profissionais que atuam no Ensino Fundamental. A construção deve ser constante e este é um documento que não deve ficar engavetado, ao contrário, deve ser o documento norteador para todas as ações e decisões na educação infantil do município, enfatiza Silvane.

Na mesma oportunidade, a equipe da Creche Municipal Kinder Haus se reuniu para estudar os cadernos metodológicos enviados pelo Ministério da Educação sobre “Brinquedos e Brincadeiras na Creche”. De acordo com a Diretora Marlise Herschaft, foi uma ótima oportunidade para os professores e estagiárias interagirem com o material fornecido pelo MEC, já que o mesmo proporciona novas abordagens acerca da rotina em uma Creche. Marlise salienta que foi um momento de intensa aprendizagem e que com certeza reverterá em benefício dos alunos matriculados na Creche.